quinta-feira, 4 de março de 2010

Corvo

# 15 É triste que os olhos se abram depois do sono. Nesse tempo de paz é brilhante um encanto feroz , um desejo secreto e sublime.

Sem comentários: