domingo, 13 de abril de 2008

poemas dispersos

da minha cama pode ver-se tudo o que o céu tem e ainda as pessoas que ninguém sabe que existem a mim a cama ensinou-me tudo e é por isso que eu sei com toda a certeza que a estrela brilhante que ilumina a terra só existe para me saborear