domingo, 12 de setembro de 2010

Satã
















#28

Os que sabem compor os movimentos das mãos
sobre esse enfeitiçado teclado de acordes,
e dar-lhes sequência e perfeição, não são músicos,
são sedutores, felizes. Sem saberem que são magos
,que são felizes. Os mestres de ilusionismo
nunca estão cônscios da sageza que carregam, muito
menos da felicidade de que padecem. Por isso, a felicidade
deles é eterna, limpa e violenta.
Só os não-escolhidos, os não-aventurados, divisam a imensidão
e a grandeza desses brilhantes fascinadores e, sabendo que nunca o
poderei ser, choro em louvor de graças, antiquíssimo tambor.

Frederico Mira George