sábado, 12 de abril de 2008

poemas dispersos

tenho nos ouvidos um piano e uns dedos que ouvem: uma partitura talvez pelo mistério da partitura ; «goldberg – variações» ou pelo mistério de ter um piano em mim só consigo acordar em paz se ressoarem em celebração as mãos e os tempos de glenn

Sem comentários: