terça-feira, 17 de agosto de 2010

Satã

















#10
Se estivesse doente sentiria o meu corpo a sentir-se doente.
Como não estou doente, há em mim uma dormência
, um desfazer de impressões que me torna
uma laje viva mas sem poder cheirar ou ouvir
, sem poder saborear ou tactear e muito menos ver.
Quando se está doente e a febre sobe,
assim como quem está ao Sol na praia e se deixa trespassar pela luz
, as sensações do corpo são belas e amantes.
Estar doente é saber a vida pelos dedos.

Frederico Mira George

Sem comentários: