domingo, 1 de agosto de 2010

Satã



#2

Sinto a passagem dos dias como quem sente
a passagem do sangue pelas veias
quando o sangue passa pelas veias.
Há horas em que a tensão baixa e baixa tanto
que o coração bate deslocado no peito.
Mas, porque sinto os dias como quem sente
a passagem do sangue pelas veias
, os meus dias fluem e cavam sulcos
, abrem afluentes no meu pensamento,
ainda que não tenha pensamento.
Os meus dias são linhas de sangue.

Frederico Mira George

Sem comentários: