segunda-feira, 19 de maio de 2008

poemas dispersos

roma paris berlim trieste moscovo toda a ásia desertos de areia desertos de gente céus encobertos – rios encobertos nevoeiros rasteiros cães nadando nas enxurradas d’água «cães de barcelona» - o meu anel de lis no fundo de um lago os sinos e os monges roma paris trieste moscovo comboios de gente – lisboa nove e quarenta e cinco da manhã passa pesado o metropolitano rua do arsenal – tejo rua do arsenal – armas pela república num dia rua do arsenal – armas por abril noutro são dez horas da manhã o sol fez-se redondo e chuvoso são dez e três – centro da cidade – birmânia

Sem comentários: